Prefeito de Cataguases é absolvido por vereadores em processo de impeachment

A Câmara dos Vereadores de Cataguases, a 70 km de Muriaé, não aprovou o pedido de impeachment do prefeito da cidade, Willian Lobo (PSDB). A sessão, iniciada às 16h de sexta-feira (9), terminou perto das 21h no plenário do legislativo.

Os parlamentares rejeitaram as quatro denúncias que constavam no processo: em três, o placar foi 9 votos a favor da cassação contra 6 votos a fator do prefeito, pela improcedência. Apenas na denúncia de falsificação de documentos, o prefeito obteve 13 dos votos a favor contra 2 pela cassação.

O impeachment ocorreria se tivesse a aprovação de, pelo menos, 10 dos 15 legisladores.

Julgamento

O julgamento foi resultado de um processo desencadeado a partir de pedido acatado pelo Legislativo no dia 12 de maio deste ano, após cataguasenses assinarem uma nova denúncia. Os motivos apresentados para o pedido do impeachment do prefeito Willian Lobo foram:

  • Suposta fraude em processo licitatório;
  • Suposta falsificação de documentos de duas empresas;
  • Improbidade Administrativa;
  • Desvio de finalidade que regulamenta a utilização do sistema de registro de preços constante no art. 15 da Lei 8.666/93.

Em nota, a Prefeitura de Cataguases negou as acusações e informou que não existe qualquer ato ilícito realizado prefeito no processo em tramitação. (Leia a íntegra da nota)

Fonte: G1 Zona da Mata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *