Centro Viva Vida/Hiperdia comemora dois anos de funcionamento

Centro Viva Vida Hiperdia comemora dois anos de funcionamentoO Centro Integrado Viva Vida/Hiperdia de Muriaé comemorou na manhã desta quarta-feira(15), dois anos de funcionamento. Para celebrar a data, tendas de serviços foram montadas na parte externa da unidade, para a realização de testes de glicemia, aferição de pressão, informações nutricionais, entre outras atividades, para o atendimento à população. Estiveram presentes o prefeito Aloysio Aquino, a secretária adjunta de Saúde, Denise Araújo, médicos e funcionários do Centro Viva Vida/Hiperdia e da Casa da Criança.

De acordo com o prefeito Aloysio Aquino, o centro integrado representa um avanço na área de saúde do município, atendendo a casos graves de doenças renais, hipertensão e diabetes, assim como às gestantes e recém-nascidos em situação de risco. “É, sem dúvida, uma grande conquista para os muriaeenses”, afirma.

No cuidado com as crianças, a instituição realiza um trabalho contra a mortalidade infantil, oferecendo acompanhamento de pediatra, fisioterapeuta, assistente social, nutricionista, enfermeira e psicóloga, além de prestar toda assistência e orientação às mães.

Segundo o pediatra Cristiano Canêdo, nestes dois anos, 455 bebês prematuros, desnutridos e com sérios problemas de saúde receberam tratamento e todos eles serão acompanhados por uma equipe multidisciplinar até a idade escolar. “Este é um serviço que não existia na cidade e muitas dessas crianças eram tratadas fora de Muriaé”, destaca o especialista. “Hoje são tratadas aqui, com um atendimento rápido e diferenciado, o que tem reduzido, e muito, a mortalidade infantil no município.

Hoje, o ‘Viva Vida’ é referência na região no atendimento a pacientes de alto risco. Além de Muriaé, a unidade recebe encaminhamentos de outros dez municípios da microrregião – Rosário da Limeira, Barão do Monte Alto, Miradouro, Vieiras, Patrocínio do Muriaé, Antônio Prado de Minas, São Francisco do Glória, Eugenópolis, São Sebastião da Vargem Alegre e Miraí.

Para Simone Moreira, coordenadora do centro, comemorar estes dois anos de início das atividades é uma “alegria imensa”. Para ela, o apoio dos funcionários, colaboradores e pacientes tem sido fundamental para o sucesso da instituição.

No Centro Hiperdia, com base nos prontuários de atendimentos, os resultados são expressivos. Com o tratamento, houve melhora em 70% dos casos de diabetes, sendo evitadas, portanto, as complicações, internações e riscos de morte.

‘Cesta Cheia’ chega pela primeira vez a quatro bairros nesta terça

‘Cesta Cheia’ chega pela primeira vez a quatro bairros nesta terçaApós ser ampliado para 2 mil famílias beneficiadas, o programa Cesta Cheia da Agricultura Familiar chega pela primeira vez a quatro comunidades nesta terça-feira (14): Dornelas, Planalto, Panorama e Prainha. Além destes, as cestas contendo 10 quilos de alimentos e um litro de leite serão entregues também para os moradores do José Cirilo, Joanópolis e São Joaquim.

Os novos bairros contemplados na recente ampliação do programa foram definidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, a partir do trabalho realizado pelas equipes dos Centros de Referência e Assistência Social (Cras) do município. Para a seleção, foram levados em consideração os critérios de vulnerabilidade social referentes a cada comunidade.

O ‘Cesta Cheia da Agricultura Familiar’ teve a sua primeira ampliação em fevereiro deste ano, quando o número de famílias beneficiadas passou de 260 para 1.200, chegando, agora, em julho, a 2 mil. Já o número de bairros atendidos saltou de apenas dois para 24.

Pelo programa, as cestas de alimentos são repassadas às famílias cadastradas pelo preço simbólico de R$ 4,00. Vale lembrar que todos os produtos que compõem as unidades são adquiridos diretamente dos produtores rurais de Muriaé e região.

Alunos do IF Sudeste Muriaé são medalha de Ouro na Olimpíada Internacional de Matemática

Equipe 2º ano (Medalha de Ouro)
Equipe 2º ano (Medalha de Ouro)

Duas equipes, uma do 2º ano do ensino médio e outra do 3º ano, ambas compostas por alunos dos cursos integrados de Eletrotécnica e Informática, conquistaram medalhas de Prata e Ouro na Olimpíada Internacional de Matemática. A prova aconteceu no dia 10 de abril em diversos países e o resultado foi divulgado no dia 9 deste mês.

A disputa é realizada em equipes e interclasses, ou seja, cada equipe é composta por alunos de uma única série. Qualquer escola pode participar, e competem alunos do 4º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, variando o número de questões de acordo com a série.

Este ano foi a primeira vez que a instituição participou da olimpíada. O professor de Matemática, Leonardo Bertholdo de Assis, revela que o treinamento dos alunos foi voltado para a resolução cronometrada de questões em equipe e que o conteúdo específico já é desenvolvido durante as aulas. “O bom resultado vem da motivação dos alunos e a conquista faz com que eles continuem buscando cada vez mais a excelência em suas vidas enquanto estudantes. Além disso, o êxito na plimpíada reflete o bom trabalho que esta instituição vem fazendo”, avalia Leonardo.

Equipe 3º ano (Medalha de Prata)
Equipe 3º ano (Medalha de Prata)

Ganhadores da medalha de Prata, os alunos do 3° ano revelaram que se prepararam para a competição fazendo as provas anteriores. “Apesar da gente ter estudado, a sensação foi de surpresa. A gente não esperava. Depois ficamos muito felizes também”, afirmam os estudantes.

Os medalhistas de Ouro, alunos do 2° ano, contaram que também ficaram surpresos e emocionados. “A emoção foi tanta, que saímos gritando pelos corredores”.

OS MEDALHISTAS:

Equipe 2º ano (alunos de Informática e Eletrotécnica) – Medalha de Ouro: Everton Ribas Freitas, Lucas Ribeiro Lima, Ítalo Franco Oliveira, Janaína Carneiro Santos, Ricardo Ribeiro Mingorança, Matheus Vieira de Castro, Patrick Vieira Falce Barbosa, Lilian Pacheco Monteiro da Costa, Humberto Leony Silva Dutra, Henrique Silva Coutinho, Victor Souza Trambaioli e Paulo Guilherme Vardiero Freitas.

Equipe 3º ano (alunos de Informática e Eletrotécnica) – Medalha de Prata: Artiles Cruz Aleixo, Maurílio Gomes Ventura, Thiago Ribeiro de Barros, Henrique Napoleão Andrade, Patrick Soares de Barros, Régis Laviola Júnior e Victor Lucas Raspante Marques

“Mercado Solidário” ganha nova unidade na próxima semana

“Mercado Solidário” ganha nova unidade na próxima semanaO programa Mercado Solidário, desenvolvido pela Prefeitura de Muriaé, através de parceria entre as secretarias de Agricultura e Educação, ganhará uma nova unidade na próxima sexta-feira (26). Desta vez, a minifeira de produtos do campo isentos de agrotóxicos será montada na Escola Municipal Professora Odaléia Morais de Azevedo, na Barra, às sete da manhã.

Realizado sempre às sextas-feiras, o programa teve seu projeto-piloto lançado no fim de 2014, no bairro João XXIII, e há cerca de um mês foi ampliado para o Centro e para o Dornelas. “O ‘Mercado Solidário’ tem dado muito certo, e é importante porque gera mais renda para os produtores rurais e proporciona uma alimentação de qualidade para os consumidores, pois todos os produtos são frescos e totalmente livres de agrotóxicos”, ressalta o prefeito Aloysio Aquino.

Segundo o secretário municipal de Agricultura, Francisco Ofeni, a ideia é continuar expandindo o programa e levá-lo para mais bairros da cidade.

Oficiais do 47º BPM são homenageados em comemoração aos 240 anos da PMMG

Major Florindo, tenente-coronel Nazário e major André Cotrim
Major Florindo, tenente-coronel Nazário e major André Cotrim

Oficiais do 47º Batalhão de Polícia Militar receberam duas das maiores comendas outorgadas pelo comando geral da PMMG, durante solenidade comemorativa aos 240 anos da PMMG realizada na manhã do dia 10, na sede do 2º BPM, em Juiz de Fora.

O major Florindo, comandante da 75ª Companhia de Polícia Militar, foi condecorado com a Medalha Alferes Tiradentes, e o major André Cotrim, sub-comandante do 47º BPM, recebeu a Medalha de Mérito Profissional, ambos pelo destaque em suas carreiras, por disciplina, dedicação e alto grau de profissionalismo dedicados às causas sociais e à promoção da paz social.

Prazo para o alistamento militar termina no dia 30

Tiro de GuerraOs jovens do sexo masculino, nascidos em 1997, devem ficar atentos. Eles têm até o dia 30 deste mês para comparecerem à Junta de Serviço Militar mais próxima de sua residência e se alistarem. Após esta data, o cidadão pagará multa de R$ 2,40 reais e ficará em débito com o Serviço Militar, pois só concorrerá à seleção geral no mês de setembro/outubro de 2016.

Aqueles que não se apresentarem, também podem sofrer implicações que vão desde a proibição de retirar o título de eleitor, tomar posse em cargos públicos, receber prêmios em loterias, registrar o diploma de nível universitário, até a não contratação para o quadro de funcionários por empresas privadas.

O alistamento também é obrigatório para as pessoas com deficiência física e mental. Sendo notoriamente incapazes, esses cidadãos são isentos do Serviço Militar e devem comparecer à JSM para requererem o CI – Certificado de Isenção.

Até o momento, 515 jovens se alistaram em Muriaé, e a meta para este ano é que 700 cidadãos se alistem.

Para se alistar, é necessária a apresentação da certidão de nascimento e/ou documento de identidade original, comprovante de residência em nome dos pais ou em seu próprio nome e uma fotografia tamanho 3×4 recente (sem brinco, piercing e colar, sendo que o cabelo não deve cobrir a testa e as orelhas). O CPF é desejável, porém, não é documento obrigatório.

O Tiro de Guerra de Muriaé é uma organização militar de formação de reserva do Exército e sua missão é formar atiradores bem adestrados para a reserva não remunerada da Força Armada e, principalmente, transmitir aos cidadãos matriculados valores militares como fé na missão, civismo, espírito de corpo e patriotismo, bem como atributos como lealdade, camaradagem, disciplina, coragem, dedicação e autoconfiança.

A sede da Junta de Serviço Militar de Muriaé está localizada na Avenida Coronel Domiciano, nº 26, 2º andar, Centro. O atendimento ao público é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (32) 3729-1221.

Muriaeense é um dos mais novos juízes do Brasil

Muriaeense é um dos mais novos juízes do Brasil
Natália, Mikhail, Agripino, Nilda e D. Bárbara

O muriaeense Mikhail de Andrade Torres acaba de passar em concurso público como juiz de Direito. Com apenas 27 anos, ele é considerado um dos juízes mais novos do país. Mikhail, que vai atuar no Ceará, deve tomar posse do cargo em agosto.

Filho do advogado Agripino Torres Filho e da professora Nilda de Andrade Torres, Mikhail é formado em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Em Muriaé, estudou no Colégio Santa Marcelina. Atualmente é analista judiciário federal, atuando no Tribunal Federal do Rio de Janeiro.

O muriaeense atribui esta conquista à dedicação aos estudos e ao trabalho árduo. Ele ainda afirma que vai continuar estudando. “As coisas não acontecem se você não der duro todos os dias e batalhar muito para conquistar. Vou continuar estudando e trabalhando arduamente.”, diz Mikhail, e ainda completa: “Nunca desista dos seus sonhos”.

Bairro Santo Antônio recebe obra de drenagem pluvial

Bairro Santo Antônio recebe obra de drenagem pluvialO bairro Santo Antônio está recebendo uma obra de drenagem pluvial que promete solucionar problemas enfrentados pelos moradores do local e adjacências durante o período chuvoso.

O Departamento Municipal de Saneamento Urbano (Demsur) está executando na Rua Santo Antônio, 532 metros de rede pluvial, mais de meio quilômetro de rede. Nela, estão sendo usados tubos de Polietileno de Alta Densidade (PEAD), com diâmetros de 1000mm, 900mm e 800mm.

“Especificamente no bairro Santo Antônio, há um atraso muito grande de rede de drenagem pluvial em todas as suas ruas. Em períodos chuvosos, inundações das vias e até mesmo casas se agravam, visto que grande parte do bairro concentra todas as águas em um ponto específico, o córrego São Paulo, e o caminho do escoamento até este ponto é totalmente superficial”, explica o Demsur.

Orçada em mais de R$ 278 mil, a obra, que teve início em maio e com conclusão prevista para julho, está sendo realizada com recursos próprios da autarquia.

De acordo com o prefeito Aloysio Aquino, esta é uma reivindicação antiga dos moradores, que merecia a atenção do poder público. “Nunca se viu tantas obras de drenagem pluvial como agora, nesta administração. São obras que vão trazer mais qualidade de vida para nossa gente”, afirma o prefeito.

Como toda obra de infraestrutura, a mesma pode sofrer atrasos quanto ao prazo de entrega por razões climáticas ou do solo, o que veio a ocorrer neste local quando, na primeira semana de serviço, foi encontrada uma rocha durante as escavações. “Imediatamente uma segunda equipe entrou em ação para demolição da mesma. A obra segue seu curso um pouco mais acima para então retornar ao ponto de partida”, informa o Demsur.

Devido aos serviços, o trânsito encontra-se interditado, aberto apenas para moradores do local. Para a cidade de Barão do Monte Alto, o acesso se dá pela Rua Dr. Newton Rezende.