Assassinato no Dornelas

O 8º homicídio de 2018, em Muriaé, aconteceu no início da noite de terça-feira (6), no Bairro Dornelas. Vitor Leonel Leite, de 50 anos, foi morto a tiros na Avenida Dante Bruno.

A vítima, que voltava do trabalho e morava na região, foi atendida na ainda calçada pela equipe do SAMU e do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e faleceu no local.

De acordo com a Polícia Militar, um homem, em uma caminhonete vermelha, teria atirado e seguido sentido o Bairro Cardoso de Melo e o distrito de Vermelho.

Posteriormente, a caminhonete vermelha foi encontrada no Bairro Napoleão, o suspeito do crime foi identificado e, até o fechamento desta edição, é considerado, pela Polícia Civil, como foragido. Segundo familiares de Vitor, o motivo do crime estaria relacionado a um desacerto referente a um terreno que a vítima comprou do suposto atirador.

O caso será investigado pela Delegacia Regional da Polícia Civil (4ª DRPC).

Créditos: www.silvanalves.com.br

Feminicídio: mulher é encontrada morta em residência no Bairro Safira

A Polícia Militar de Muriaé foi acionada na manhã de terça-feira (6) após informações sobre mau cheiro que vinha de dentro de uma casa localizada na Rua José Abreu, no Bairro Safira.

Ao comparecer ao local, os militares, juntamente com o Corpo de Bombeiros, constataram que, em cima de um colchão, havia o corpo de uma mulher já em avançado estado de decomposição. O marido da vítima, principal suspeito, está desaparecido.

A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada, fez os trabalhos e liberou o corpo para o IML de Muriaé. Segundo as autoridades, não está descartada a possibilidade de feminicídio, (assassinato de mulheres em contextos marcados pela desigualdade de gênero). Segundo o tenente Amaral, vizinhos relataram que, durante a madrugada de domingo (4), ouviram o casal discutindo dentro da residência. “A vítima gritou por socorro, mas, infelizmente, a Polícia não foi acionada no momento”.

Tenente Amaral comentou sobre o caso

Créditos: www.silvanalves.com.br

Polícia Civil realiza operação de combate a furtos e roubos na zona rural de Muriaé

Na manhã de segunda-feira (5), a Polícia Civil de Muriaé, em operação conjunta com as delegacias que compõem a 4ª DRPC, desencadeou a operação “War Pigs”, visando o combate a furtos e roubos na zona rural.

Segundo as investigações, os autores teriam se associado para o cometimento de furto de objetos variados, mas com o passar do tempo, passaram também a atuar no furto de gado, bem como roubo a mão armada.

Após meses de investigações, os investigadores da 32ª Delegacia apontaram quatro principais participantes, sendo que contra estes foram cumpridos mandados de prisões temporárias.

A polícia também apreendeu veículos que teriam sido usados no cometimento dos crimes. Segundo os investigadores, a quadrilha possuía o hábito de trocar constantemente de veículos visando dificultar a identificação e localização dos membros. Foram presos A. F. B. J., 35 anos, A. L. B., 37 anos, A. L. de S., 31 anos e P. R. de S., 29 anos. A operação foi supervisionada pelo delegado regional, José Roberto Machado Demétrio, e comandada pelo delegado, Júnio Cezar Oliveira.

 

Créditos: Polícia Civil de Muriaé

Delegado de Trânsito de Muriaé alerta sobre anúncios de sites e sobre furto de veículos

Na tarde de terça-feira (30), o delegado de Trânsito de Muriaé, Fernando Nassar Rocha, convocou a imprensa local a comparecer à 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil (4ª DRPC), para tratar sobre anúncios em sites e sobre furto de veículos.

De acordo com Nassar, a Circunscrição Regional de Trânsito, conhecida como Ciretran, órgão do DETRAN nos municípios do interior dos estados, que tem a responsabilidade de exigir e impor a obediência e o devido cumprimento da legislação de trânsito no âmbito de sua jurisdição, como o emplacamento, tem alertado sobre compras de automóveis em sites e aplicativos de venda.

“O consumidor deve ter cautela ao adquirir automóveis nestes sites, pois os mesmos podem ser objeto de furto. Uma pessoa pode furtar um carro com determinadas características e implantar um número de chassi de outro veículo já existente, com as mesmas atribuições (cor, modelo, ano de fabricação), mas que é legalmente emplacado. Dessa forma, o meliante raspa o número do chassi do automóvel anunciado e insere no site de venda o chassi de um veículo ‘verdadeiro’, com documentação falsa e placa clonada. Assim, a venda é concretizada a um preço convidativo e o consumidor é enganado. Quando o consumidor consulta no site Detran para conferir os dados do veículo, tudo parece estar de acordo. Quando o veículo chega para ser emplacado, no ato da vistoria, é constatado o prejuízo, já que o automóvel foi furtado”.

Nassar orienta que os consumidores desconfiem da procedência e também do valor ofertado. “Não digo para não comprarem veículos em sites e aplicativos de venda, mas para terem cautela. O ideal é que o consumidor exija o laudo de uma vistoria antes de efetuar a compra. Infelizmente, a maior parte dos casos registrados em Muriaé são de carros provenientes do Estado do Rio de Janeiro. São quadrilhas especializadas em roubar carros com características semelhantes aos que eles encontram pelas ruas e que estão com a documentação em dia”.

Redução no número furto de veículos – O delegado Fernando Nassar disse que quando reassumiu a Delegacia de Trânsito de Muriaé, no mês de maio, havia uma estatística “assustadora”. “Estava ocorrendo na cidade, praticamente um furto de veículo por dia. Vale ressaltar que veículos englobam desde a motocicleta até uma carreta. Na época, pude constatar que 90% dos furtos eram, por exemplo, de motocicletas que ficavam estacionadas durante toda a noite nas ruas da cidade, ou que, até mesmo, que ficavam com chave na ignição. Podemos constatar que, diante desta situação, o motorista ‘facilitava’ a ação do meliante. Lembro que, na época, pedi que os motoristas tivessem cautela com seus veículos e ajudassem a Polícia”.

Nassar conta que, devido ao cuidado e a atenção dos motoristas nos últimos meses, foi constatado, durante todo o mês de setembro, apenas dois furtos de veículos em Muriaé. “Tivemos um decréscimo de mais de 90%. Os dois casos aconteceram com veículos que estavam estacionados por um longo período na rua, sem dispositivos de segurança. Por isso, reforço aqui meu pedido aos motoristas, feito quando reassumi a função, tomem cuidado e adquiram algum tipo de dispositivo de segurança para que o prejuízo não seja ainda maior. Não há necessidade de comprar um alarme caro, basta um cadeado ou corrente, no caso de uma motocicleta, por exemplo”.

Polícia Civil divulga retrato falado de suspeito por estupros em Muriaé e região

A Polícia Civil divulgou em um comunicado, nesta terça-feira (23), o retrato falado do homem suspeito de ter estuprado mulheres em Muriaé e em outras cidades da região.

Segundo a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Muriaé, chefiada pelo delegado regional, José Roberto Machado Demétrio, o comunicado informa que foram registradas duas ocorrências envolvendo o crime de estupro em Muriaé, sendo a primeira no mês de março e outra no início de outubro deste ano.

“As investigações apontam que o autor dos fatos agiu de forma bem semelhante nas duas ocorrências, pois compareceu anteriormente, no endereço das vítimas perguntando sobre imóveis à venda ou para locação e também sobre a vizinhança.

O autor se apresentou bem vestido, não gerando nenhuma suspeita por parte das vítimas ou seus familiares. Em uma suspeito vigiou a rotina das vítimas e atacou quando tinha certeza que as mesmas estavam sozinhas em suas residências.

O autor é um homem negro, alto, de porte físico avantajado. As vítimas relatam que o autor anda em uma moto preta, estilo Honda CG ou Titan, mas também foi visto em uma das vezes, entrando em um veículo branco, modelo hatch.

Conforme verificação dos investigadores da 4ª DRPC, foram registradas ocorrências semelhantes na região, sendo uma registrada no mês de abril na cidade de Visconde do Rio Branco (MG) e outra ocorrência em junho na cidade de Leopoldina (MG). O modo de agir do autor foi análogo às ocorrências registradas em Muriaé, relatando as vítimas características físicas idênticas do autor dos crimes de Muriaé”, relata o documento oficial.

Quem tiver informações que possam contribuir para a identificação e localização do suspeito pode fazer a denúncia através dos números: 197 (Polícia Civil) / 3722 2727 (4ª Delegacia Regional de Muriaé) / 190 (Polícia Militar) e 181 (Disque Denúncia Unificado MG).

Militares do 47º BPM participam do 1º Torneio de Práticas Policiais

Foi realizado na manhã de quarta-feira (17) na AABB o 1º Torneio de Práticas Policiais do 47º BPM. O evento teve como finalidade a integração de seus profissionais lotados nos 18 municípios de atuação da Unidade.

O Torneio contou com o total de 88 competidores que disputaram provas de natação, pista de tiro (Air Soft), corrida de 200 metros, com revezamento, e cabo de guerra.

Fotos: www.silvanalves.com.br

Jovem é assassinado no Bairro São Gotardo

Foi registrado na noite de terça-feira (9) em Muriaé, por volta das 21h50, o sexto assassinato do ano. O crime aconteceu na Rua Vicente Vargas de Castro, no Bairro São Gotardo, a vítima foi o jovem Vinícius Cesário da Silva Rodrigues, de 19 anos de idade.

A Polícia Militar de Muriaé foi acionada com urgência e, no local, foi informada que a vítima de disparo de arma de fogo transitava pela rua e o autor trafegava na garupa de uma motocicleta, prata e acertou a vítima, que ficou caída ao solo, sendo socorrida por familiares e levada para o Hospital São Paulo.

A vítima foi o jovem Vinícius Cesário da Silva Rodrigues, de 19 anos de idade

“A Perícia Técnica compareceu ao local e realizou os trabalhos e já pelo Hospital São Paulo fomos informados pela equipe de enfermagem que a vítima, Vinícius, deu entrada já sem vida, a princípio com uma perfuração na costela e outra no tórax não sendo possível mensurar se havia mais alguma perfuração. As viaturas realizaram várias diligências de acordo com as informações que chegaram, anonimamente, via 190. Quando uma das viaturas passava pela Rua Silas Macedo, localizou, em uma residência, o suspeito (de 18 anos) escondido debaixo da cama de sua mãe”, conta a PM. Foi levantado, também, dados sobre o condutor da moto. A motocicleta passou pela vítima tendo o autor carona feito dois disparos.

Os militares chegaram à Rua Simeão Féres, onde tiveram a entrada franqueada em uma casa de um dos suspeitos apontados. Foi localizado, em seu quarto, um colete à prova de balas; seis munições (4 cal .38 e 2 cal .22) e um cartucho deflagrado (cal .38); um rolo de plástico filme e um rolo de fita adesiva. Durante o rastreamento, localizaram também a motocicleta cor prata estacionada na Rua Dejair Dias de Carvalho, a qual foi apreendida.

Imagens de câmeras recolhidas em alguns pontos vão ajudar a esclarecer o fato e ver o grau de ligação com o crime das pessoas presas ou apontadas.

Créditos: Texto: www.silvanalves.com.br Fotos: Internet

Policiais do 47º BPM apresentam armas que serão utilizadas durante treinamento de operações especiais

A Polícia Militar do 47º BPM, por meio de seu comandante tenente coronel Joedson Flaviano Gomes, apresentou, na manhã de quinta-feira (4), materiais (16 armas, munições e equipamentos) para a prática de Airsoft, adquiridas por meio de parceria feita com as instituições financeiras Sicoob Credisudeste, Cresol e Banco do Brasil.

Simulação apresentada nesta quinta-feira (4)

Além da apresentação das armas de pressão que atiram projéteis plásticos não letais (8 pistolas e 8 fuzis), que serão utilizados nos treinamentos de procedimentos operacionais em ocorrências a ataques a agências bancárias, caixas eletrônicos e correspondentes bancários, ocorreram duas simulações de uso dos materiais, a primeira apenas com os militares, e, a segunda, com a participação da imprensa local e dos representantes das instituições financeiras. Nos dois momentos, houve a simulação de explosão de caixa eletrônico e cerco contra bandidos.

Durante a apresentação, o tenente coronel Joedson Flaviano, falou sobre a importância dos materiais para a Polícia Militar do 47º BPM. “Os equipamentos permitem que o policial mantenha sua ‘memória muscular’ sempre atualizada. Dessa forma, numa situação real, com armas reais, estará ainda mais preparado para combater o crime, dando mais tranquilidade aos muriaeenses e moradores das demais cidades abrangidas pelo Batalhão. Além disso, a utilização dos materiais de Airsoft permitirá a economia de munições e preservação das armas letais, que serão utilizadas apenas nas situações reais”, conta.

Além dos representantes das instituições financeiras, participou da apresentação, o atual presidente do Conselho de Segurança Pública (CONSEP), João Batista.