CBA se prepara para simular evacuações nas barragens de Miraí e Itamarati de Minas

A CBA (Companhia Brasileira de Alumínio) recebeu a imprensa regional para uma visita à Unidade Miraí. Os repórteres e fotógrafos estão visitando a barragem, conhecendo seus aspectos de segurança e sabendo em detalhes como será o simulado de evacuação de emergência que está programado para quarta-feira (5) em Itamarati de Minas e para sexta-feira (7) em Miraí, nas zonas de autossalvamento das barragens. A simulação faz parte das ações de rotina previstas no PAEBM – Plano de Ações Emergenciais para Barragens de Mineração.

Segundo a CBA, aproximadamente 200 pessoas participarão do simulado – 50 em Itamarati de Minas e 150 em Miraí. Todos foram cadastrados e participaram de treinamentos para tal, por morarem nas chamadas “áreas de risco”, num raio de 10 km a partir da barragem. A empresa afirmou ainda que não aglomeração de residências, apenas alguns agricultores em locais pontuais e que a responsabilidade direta da evacuação em caso de emergência é da empresa.

Sobre as barragens

Segundo a CBA, a barragem de Itamarati de Minas começou a operar em 1992 e atualmente não recebe mais rejeitos, compostos de água, argila e areia. O local mantém na íntegra todos os controles e manutenção da barragem. A CBA prevê reutilizar os rejeitos depositados no reservatório a partir de 2020, com perspectiva de produção até 2030.

A barragem de Miraí opera desde 2008, está com 55% do volume ocupado e atende aos mais altos critérios de segurança. O rejeito contido é composto de água, argila e areia. A água da barragem é reutilizada no processo de beneficiamento. Tem uma Estação de Tratamento de Água (ETA), que realiza o tratamento da água da barragem, retornando totalmente limpa ao Rio Preto.

Elas foram construídas em etapa única, com o método à jusante, mais seguro do que as barragens a montante, que utilizam o próprio rejeito na construção.

*Com informações do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *