Editorial

Comemora-se no Brasil, neste dia 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra. Foi nesse dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi dos Palmares, uma das lideranças mais positivas que já aconteceram no país durante a Era da escravidão.

A força da sua liderança ficou marcada como símbolo da resistência contra a escravidão cuja data de morte foi escolhida pelo movimento negro brasileiro para representar o Dia da Consciência Negra no país, marcado legalmente pela Lei nº 12.519/2011.

A importância da contribuição cultural dos negros na formação da sociedade brasileira é enorme. A sua contribuição histórica encontra-se visível na religião, na língua, na música, na dança e, principalmente, na mistura da raça que compõe a beleza da população brasileira, tão decantada pelo mundo afora.

Além disso, jamais se poderá esquecer de que o progresso do Brasil Colônia foi implementado pelo trabalho dos negros, o que constitui uma dívida impagável da sociedade brasileira.

É impossível pensar em crescimento deste país sem a colaboração da nossa população negra, a qual se deve respeito e a garantia de todos os direitos de igualdade como um marco da cidadania. Salve 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *