Grupo no Facebook resgata memórias e fotos do “fundo do baú” de Muriaé

Grupo no Facebook resgata memórias e fotos do “fundo do baú” de Muriaé 2
Em quase três meses, o grupo já possui mais de 4 mil membros

Criado há, aproximadamente, três meses, um grupo no Facebook tem despertado a atenção de pessoas de todas as idades na cidade. As fotos antigas e atuais postadas no “Muriaé Fundo do Baú” estão mantendo e resgatando a memória da população e relembrando fatos que aconteceram, por exemplo, nos anos 60, 70, 80 e 90.

Apesar de ter sido criado recentemente, o grupo, que é fechado, já possui quase 4.500 membros. O criador e administrador, Adson Portes, afirma que ficou surpreso com toda essa repercussão. “Fiz esse grupo para mim e para os meus amigos. Adicionei uns amigos, que foram adicionando outros e outros, e hoje o grupo tem mais de 4 mil pessoas”, conta.

Adson Portes, criador e administrador do grupo
Adson Portes, criador e administrador do grupo

“Muriaé Fundo do Baú” é um grupo onde se pode postar fotos da cidade e de pessoas que vivem e viveram em Muriaé, poemas, humor, fazer comentários e discussões. Porém, não se pode postar nada referente à política, pornografia e agressões. “O objetivo do grupo é fazer as pessoas relembrarem de um passado que tivemos em Muriaé que, para mim e para muitos, foi um passado de ouro”, afirma.

Não é só a quantidade de adeptos que surpreendeu. O “Muriaé Fundo do Baú” também reaproximou pessoas que atualmente moram fora da cidade e que há muito tempo não se viam. “As pessoas estão se reencontrando pelo Facebook. Tem muita gente que perdeu o contato há muitos anos e agora está se encontrando novamente”, conta Adson. “O desejo é que o grupo cresça ainda mais e tenha vida longa. A ideia é criar um grupo de WhatsApp”, finaliza.

10 thoughts on “Grupo no Facebook resgata memórias e fotos do “fundo do baú” de Muriaé

  1. Morei muitos anos em Muriaaé, minha esposa era muriaénse, assim como meus três filhos, ainda tenho alguns amigos que moram na cidade.

  2. Nasci em Muriaé.Ali cresci,conclui meus estudos,trabalhei e há 30 anos moro em Vila Velha-ES,onde lecionei Português e Inglês em Escolas públicas.Atualmente curto aposentadoria desde 2016.Que fantástico foi nosso conterrâneo Adson ter instituído o Grupo Fundo do Baú.Viajei no passado e fico impressionado com essa atitude.Parabéns Sr.Adson.No que puder contribuir,estarei firme para tal.

  3. Muito bom poder saber q existe esse grupo é uma maravilha pra nós muriaenci que moramos em outra cidade. Sou nascido e criado na armação (Av.Constantino Pinto)

  4. Muito bacana essa ideia, além de reencontrarmos os amigos e estreitar nossos laços com o passado, ainda conta toda a história de uma cidade tão interessante como Muriaé. Parabéns Adson. Beijos Denise

  5. Muito legal essa iniciativa, pois o grupo além de resgatar amigos, estreitar laços de amizade, ainda conta a história de uma cidade que marcou a vida de quem lá viveu e ainda viive. Parabéns Adson por nos proporcionar este pre4sente. Beijos

  6. Parabéns, Adson, pela brilhante ideia e iniciativa que é “O Fundo do Baú”.
    Aproxima os muriaeenses e resgata a memória da nossa querida Muriaé!
    Faço parte do grupo e sinto-me gratificada a cada postagem. Cada uma reporta-me à riqueza do nosso passado e à importância de cada geração na construção da história do nosso município.
    Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *