A CERTEZA DE UM BRASIL MELHOR A PARTIR DE 2019

Sofremos muito durante uma década e meia de desgovernos. Nossa economia foi para o buraco, o sistema educacional entrou em falência, o povo sofrendo nas filas e no precário atendimento de um sistema falido de saúde pública, o desemprego batendo o recorde em nossa história e, pior do que tudo isso, a nossa pátria ultrajada internacionalmente pelo maior esquema de corrupção do planeta. Sem dúvida alguma o Lulopetismo ficará na História como o coveiro que enterrou o nosso país nesse profundo poço de incompetência e desvios morais.

Construir um país, uma nacionalidade com o aperfeiçoamento gradativo das suas instituições é uma tarefa que demanda vontade, esforço e muito tempo histórico. Mas para destruir todas essas bases, basta uma década e meia de incompetência e desapego aos valores morais.

Mas o brasileiro é acima de tudo um forte e o que não lhe falta é a esperança. Uma esperança sempre renovada de dias melhores.

Não vai ser fácil consertar em quatro anos os estragos que fizeram em nosso país durante os últimos tempos. Muitos corruptos foram presos e condenados. Os líderes da quadrilha podem estar enjaulados, mas continuam buscando nos corredores tortuosos do nosso complexo sistema de justiça, uma forma de se livrarem e enquanto não conseguem, rosnam e ladram de suas celas e de suas tornozeleiras por uma liberdade imerecida.

O novo Governo que se inicia em 2019 carrega em seus ombros a esperança de todo um povo. Vem com o apoio maciço de uma população que, mais do que tudo, votou pelo aniquilamento da estrutura viciada de poder que se instalara em nossa pátria há uma década e meia. Disse um ostensivo NÃO à esquerda que detivera o poder por tantos anos, aos pseudos artistas que, se locupletando com as benesses da “generosa” Lei Rouanet, queriam manter o “estado de coisas” e que com o seu “Ele não”, queriam dizer na verdade NÃO às mudanças e à moralização do nosso país. Mas o povo reagiu rapidamente pelas Redes Sociais e como uma onda gigantesca optou por uma mudança histórica em nosso país.

Mas não pensem que o monstro está definitivamente morto, embora exale os odores da sua morte. Vão tentar atrapalhar ao máximo a governabilidade em nosso país, usando justamente as liberdades de uma democracia que eles tanto tentaram destruir no passado como no presente, para inquietarem o país com badernas, como no longínquo desgoverno de João Goulart.

A sorte é que o “Capitão” do navio está decidido a comandar a embarcação rumo a um porto seguro, fortalecendo a nossa economia, diminuindo o tamanho gigantesco do Estado, restaurando a qualidade dos nossos sistemas de Educação e de Saúde, desideologizando as nossas Universidades e as nossas Escolas e reduzindo o desemprego que hoje atormenta as famílias brasileiras. Para isso, é fundamental a moralização das Instituições de Governo do país, com o aprofundamento e garantia de ação da Operação ‘Lava Jato”.

Pela equipe convocada pelo novo Presidente e pelas ações propostas podemos acreditar que, como na saudosa canção de Roberto Carlos, “daqui para frente tudo vai ser diferente…”.

Acredito que o nosso país caminhará calmo, dentro da lei e da ordem rumo ao desenvolvimento, pois é isso que o povo deseja. Que cada um faça a sua parte para que o novo ano concretize as nossas esperanças de um Brasil melhor para todos. O povo brasileiro cresceu em estatura política e tem nas redes sociais um poderoso instrumento de voz. Badernas como no passado, creio que não haverá espaço para isso em nossa Democracia já consolidada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *